quinta-feira, 1 de maio de 2008

RECUPERAR AS CASAS DE ALDEIA PARA TURISMO AMBIENTAL


Desde há algum tempo, tenho focado, neste meu espaço, que se deveria apostar no turismo rural, como forma de desenvolvimento do concelho. A recuperação das habitações nas nossas aldeias poderia ser uma mais valia para chamar as pessoas para o interior.
No Jornal "Diário de Viseu", li esta notícia que vai de encontro com aquilo que considero importante para o desenvolvimento das terras do interior em particular das Terras de Algodres.
Recuperar casas de aldeia para turismo ambiental


"O presidente da Câmara de Vila Nova de Paiva, Manuel Custódio, defendeu a necessidade de recuperar casas em várias aldeias para as pôr à disposição do turismo ambiental, que considera fundamental para a sustentabilidade do concelho.

(...)

O objectivo da autarquia é estabelecer parcerias com privados, individuais ou empresas, para recuperar as casas e as disponibilizar aos turistas."As pessoas estariam verdadeiramente no mundo rural, a verem as cabras a passar pela rua", frisou, considerando esta experiência fundamental sobretudo para as crianças, que muitas vezes "se interrogam como o leite chega às suas mesas".Segundo Manuel Custódio, este desejo de aliar a natureza ao progresso está patente no logótipo de Vila Nova de Paiva, que se auto-intitula de "Capital ecológica"."
"É preciso mais turismo
em espaço rural
A falta de alojamentos das várias modalidades de Turismo em Espaço Rural no concelho de Vila Nova de Paiva foi confirmada por Filipe Carvalho, técnico da Direcção Regional de Economia do Centro (DREC) que trabalha na área de licenciamento e classificação destas unidades.Na região Dão, Lafões e Alto Paiva, a modalidade de Turismo Rural é a que regista maior número de alojamentos, mas está a seguir a tendência nacional de aumento do número de Casas de Campo, menos exigente em termos de funcionamento e que dá mais autonomia a turistas e famílias. "
In Diário de Viseu
Eis uma experiência que poderia e deveria ser materializada no Concelho de Fornos de Algodres!
Haja força de vontade e desejo de arriscar!

2 comentários:

al cardoso disse...

Que lindo projecto se poderia fazer na antiga aldeia da "Cortes" a entrada de Vila Cha, mas ainda no limite de Figueiro!

A exemplo de um outro que vi recentemente no programa "A Alma e a Gente", bem poderia transformar-se numa aldeia-hotel!

Um abraco de amizade dalgodrense.

Comissão de Festas de Figueiró da Granja disse...

Passei por aqui só para divulgar o rosto virtual da Comissão das Festas do campo de Figueiró da Granja.
http://festadocampo.blogspot.com

Fiquem bem....