domingo, 24 de janeiro de 2010

CAPELA DO MÁRTIR S. SEBASTIÃO

Irão realizar-se, no próximo domingo, dia 31 de Janeiro, em Figueiró da Granja, as tradicionais festas em honra do Mártir S. Sebastião.
Eis o que Mons. Pinheiro Marques escreveu acerca da sua capela:
Era também um edifício vulgar, de telhado baixo, antiquíssima, situada pouco mais ou menos no sítio onde hoje se encontra a actual. A oeste da povoação tinha um adro, onde havia oliveiras e um cipreste, e um terraço na frente, com um bem construído muro de suporte e uma escadaria de pedra que do caminho lhe dava acesso. Foi demolida por motivo da abertura da estrada em 1887 e substituída pela actual com mais pé direito mas mais acanhada. A imagem, vulgar, muito querida pelo povo.

In Terras de Algodres, Mons. Pinheiro Marques

segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

ESCOLA DE CORTIÇÔ


Este parte, aquele parte
e todos se vão
Galiza fica sem homens
que possam cortar teu pão!

sábado, 9 de janeiro de 2010

A PARTIR DO LADO DE CÁ, UM POSTAL DA SERRA


Quando se fala da construção do primeiro hotel em Terras de Algodres, há que realçar as belezas paisagísticas que se poderão desfrutar a partir do lado de cá da serra. Realmente, Fornos de Algodres tem um panorama único da Serra mais alta de Portugal continental. Urge rentabilizar! As Terras de Algodres necessitam de gente que nos visite!

sábado, 2 de janeiro de 2010

ANO NOVO, POLÍTICA NOVA?

No início de mais um ano, queria desejar a todos um óptimo 2010. Que as Terras de Algodres e as suas gentes tenham um futuro melhor. Para que isso aconteça, há que colocar a juventude e as crianças no centro das políticas a adoptar.
Queria realçar positivamente o facto de hoje haver dois sítios na internet das duas maiores forças políticas representativas na assembleia municipal, nomeadamente o PSD e o PS. É importante ouvir ao longo do mandato as propostas e, porque não, as críticas às políticas adoptadas a nível local e as respectivas respostas.
Vou tomar a liberdade de divulgar, através deste espaço, estes mesmos sítios que, de certeza, serão do interesse de todos aqueles que vivem no concelho ou têm com ele elo de ligação. Com este debate, utilizando as novas tecnologias, quem fica a ganhar é a democracia e o concelho de Fornos de Algodre.
(Se, eventualmente, alguma destas forças políticas não queira esta divulgação, agradecia que me informasse (lopesclemente@gmail.com) .