sábado, 23 de junho de 2007

quinta-feira, 21 de junho de 2007

Figueiró, minha aldeia linda!

É com estas palavras que o povo caracteriza a sua terra. Todavia, a beleza da terra não condiz com o ambiente social, político e económico que a envolve. Hoje, em Figueiró, não se sente a verdadeira liberdade. Quando não há liberdade, causa primeira da felicidade, as terras não progridem e as pessoas vão em busca de melhores condições de vida.Daí a desertificação ser uma realidade na nossa região. Infelizmente, as Terras de Algodres de hoje são terras sem alma e sem vida. É com muita pena que faço esta afirmação! Gostaria que a nossa terra fosse não só linda exteriormente mas também interiormente. Este blogue visa dar voz a todos os figueiroeneses e fornenses que sentem a sua terra com o coração!