domingo, 29 de novembro de 2009

HABITAÇÕES NECESSITAM DE RECUPERAÇÃO


Com a diminuição populacional em terras do interior, são muitas as casas que se vão degradando. Todavia, alguns particulares procuram contrariar, como foto documenta. Há muitas casas em pedra que vão caindo, por não haver uma política de apoio e incentivo à recuperação desses imóveis. O turismo rural é uma das saídas para algumas delas, proximamente divulgarei um desses exemplos.
Deveria haver apoio, quer ao nível do poder local quer ao nível do poder central, que ajudasse muitos que não têm condições para recuperar este tipo de habitações.

sábado, 21 de novembro de 2009

CORES E SENSAÇÕES OUTONAIS EM TERRAS DE ALGODRES






Quem visitar as Terras de Algodres nesta época, poderá deliciar-se com as belas paisagens que as mesmas oferecem. São postais magníficos os que se podem fazer a partir de momentos observados ao longo de um passeio nesta época. São muitos os que na estação de Inverno visitam a Serra da Estrela. A neve é um elemento chamativos. Todavia, nas vilas e freguesias limítrofes da serra mais alta de Portugal há espaços e paisagens ainda por explorar. Aqui ainda falta um grande investimento no turismo de aventura, complementado com mais oferta no âmbito da restauração.

sábado, 14 de novembro de 2009

BOM TRABALHO AUTÁRQUICO!

Numa altura em que os diversos eleitos para os orgãos autárquicos acabaram de tomar posse, há que desejar-lhes os maiores êxitos nesta "arte de servir" que deveria ser a política. Em democracia, "o povo é quem mais ordena". Dos novos executivos quer camarários quer das assembleias de freguesia espera-se a concretização das promessas feitas em tempo de eleições.
A oposição nos meios mais pequenos tem um papel muito importante. Há que ter coragem de denunciar o que de menos correcto acontece bem como propor ideias e projectos alternativos. Não é só em tempo de eleições que a discussão pública sobre o bem da comunidade se deve verificar.
Numa época em que os meios de comunicação são tantos, há que aproveitá-los para elogiar o que bem se faz mas ter também a coragem de denunciar e o que de menos bom ocorre.

domingo, 1 de novembro de 2009

REZAS DA NOSSA TERRA

RESPONSO PARA A PESSOA SE RESPONSAR A SI MESMO
(Casimira Fonseca, 86 anos, Matança, Fornos de Algodres)

Senhora,
Eu vou-me embora,
Vou para fora,
Rios, vales e montes encontrarei,
Os meus inimigos,
Sejam agravados e escondidos,
E a Senhora da Guia,
Vá na minha companhia,
O Anjo da Guarda,
Ao meu lado direito
A companhia que ele fez,
No ventre de sua Mãe,
Ma faça a mim também, até Jerusalém.

(Esta reza ou responso diz-se ao sair de casa para qualquer lado ou quando se faz uma viagem.)

PARA QUE O TEMPO NÃO AS ESQUEÇAS

ORAÇÃO A SANTA EUFÊMEA
(Maria da Sunção Campos, Matança, Fornos de Algodres)



Santa Eufêmia da Matança,
Do lugar da Fonte Fria,
Fazeis milagres de noite,
Fazei-os também de dia,
Levai este meu sinal (sinal, cravo...)
Para vossa companhia.

Reza-se um Pai Nosso e uma Avé Maria