sábado, 25 de julho de 2009

PENSAR O ASSOCIATIVISMO

Num tempo em que o associativismo vai esmorecendo nas nossas terras, há que reflectir acerca das causas desse fenómeno.
Podemos encontrar várias razões. Uma delas prende-se com a necessidade de muitos jovens terem de partir em busca de melhores condições de vida , o que leva a que muitos que poderiam e deveriam dar o seu contributo para o "bem comum", através do associativismo não o possam fazer.
Uma outra razão é o facto de não se dar o devido reconhecimento a todos aqueles que dispensam muito do seu tempo quer pelo desporto, quer pela cultura local.
Quantas associações e respectivos dirigentes, no dia do município por exemplo, foram distinguidos publicamente pelo trabalho realizado em prole do associativismo local?
Há alguns anos atrás (+-10 anos), enquanto membro da direcção da Associação Recreativa e Cultural de Figueiró da Granja, lembro-me ter participado num encontro promovido pela Câmara, sobre esta problemática. Houve efeitos práticos desse encontro? Os grupos de música popular, os ranchos, as actividades que demonstram o viver e o sentir deste povo são uma realidade na nossa terra?
As Jornadas Recreativas e Culturais de Figueiró da Granja que se realizaram, bem como a Feira anual de Santiago - Festa do Peixinho do Rio são dos pouco eventos com potencial de levar além fronteiras a nossa terra e as suas gentes. Não esquecendo, como é evidente, o papel importante da Associação Desportiva de Fornos que tem levado o nome deste concelho por toda a região centro.

domingo, 19 de julho de 2009

AS ELEIÇÕES AUTÁRQUICAS 2009

Numa altura em que as movimentações políticas estão um rubro para a constituição das listas de candidatos à Câmara Municipal e Juntas de freguesia, faço votos para que haja listas com vários projectos, de modo a que o eleitorado possa ter mais que uma opção. Numa democracia sadia, há que respeitar as opções de cada um. Espero que sejam eleitos os melhores para levarem a bom porto a difícil tarefa de governar um município cada vez mais desertificado, onde as o associativismo vai sendo cada vez mais diminuto.
Que a verdadeira liberdade de expressão que depois se materializa em voto seja uma realidade.
Numa altura em que a imagem dos políticos, em termos gerais, não é a melhor, espero, sinceramente, que no final do acto eleitoral, possamos dizer que a genuína democracia funcionou.

terça-feira, 14 de julho de 2009

A ARTE DA PINTURA NA NOSSA TERRA


Nas nossas freguesias, nos locais mais recônditos, há autênticas obras de arte. Eis, pois uma belíssima obra de arte em Figueiró da Granja.

sábado, 4 de julho de 2009

Há 10 anos foi assim...












O que é feito desta juventude que há 10 anos organizou e participou nas Férias Desportivas no Seminário de Fornos de Algodres, bem como nas diversas actividades da Associação Recreativa e Cultural de Figueiró da Granja?Provavelmente, alguns já constituiram família e muitos já entraram no mundo laboral. Outros continuam com vontade de não deixar morrer o movimento associativo, conforme se constata num dos comentários do Rui Furtado num artigo sobre o associativismo juvenil.
Estes foram tempos de amizade e unidade juvenil em Figueiró da Granja.