domingo, 27 de janeiro de 2008

UM PERCURSO PEDESTRE:"CAPELAS,SERRAS E VALES"


As excepcionais condições geográficas das nossas terras, dotadas de paisagens magníficas poderiam ser explorados em termos turísticos, através de passeios pedestres pelas serras e vales do nosso concelho. No que concerne a Figueiró da Granja, verificamos que o casamento entre paisagens e monumentos possibilitariam elaborar trilhos que poderiam e devereriam ser identificados e divulgados. Cabe à Junta e à Câmara em consonância com a Comissão da Igreja, materializar esta nova vertente turística tão explorada por terras como Gouveia, Penalva do Castelo, etc.

Eu próprio, quando me encontro na minha terra, percorro esses caminhos. Assim, daqui deixo a minha sugestão para o percurso ao qual designo: "Capelas, serras e vales". Acompanhem-me!

O ponto de encontro seria junto à renovada capela da "CopaCabana", onde poderia ser distribuído um mapa do percurso com os monumentos e locais a visitar. Após uma visita à capela que tem junto a si "uma alminha" partamos em direcção à Torre, local onde se encontram vestígios arqueológicos. Aqui, no cemitério, visitemos a capela de S. Pedro, que para aqui fora deslocada para estar mais perto da povoação, como diz Mons. Pinheiro Marques. Seguidamente, sigamos o caminho das barreiras e aí vamos encontrar a capela da Santa Eufêmia e lembremos o que diz o povo:"Milagrosa Santa Eufêmia/viradinha prós pinhais/Só a ver se vê chegar/ alguma devota mais".Continuemos a nossa viagem e apreciemos as paisagens do alto das barreiras. Lá em baixo, espera-nos "O Salgueiral" e o barulho dos riachos que por ali passam. Talvez possamos ver algum dos poucos rebanhos. Continuemos pelos pinhais e cheguemos ao "Coitado". Daqui, podemos ver Celorico, a Serra da Estrela, o Rio Mondego (Ferraria) e lá no alto o Castro de santiago.Paisagem magnífica! Sigamos para a "Carvalha" e neste vale hoje são poucos os que a cultivam, todavia as suas terras são bastante produtivas. Subamos à "Lage da Brázia" descansemos e apreciemos "Um trecho de paraíso em Terra da Beira", diz Mons. Pinheiro Marques. A capela do S. Silvestre espera por nós. Após uma visita, sigamos para o largo das eiras e terminemos a nossa visita junto à capela de S. Sebastião e do Pelourinho.

Após esta caminhada, tenho a certeza que ficaria muito mais aliviado do stress, com uma grande paz interior e com vontade de a repetir.

Há coisas tão simples de fazer para as quais não são necessários grandes gastos. Haja sensibilidade, vontade e divulgação e serão muitos os que nos poderão visitar e deixar algumas economias.

3 comentários:

Amaral disse...

João Paulo
Por vezes é nas pequenas coisas (pequenos gestos) que encontramos os maiores motivos dealegria. Esse passeios pedestres/campestres são relaxantes deixam-nos respirar o ar puro e, por momentos, pensar que vivemos no paraíso.
Boa semana
Abraço

al cardoso disse...

Caro Joao Paulo:
Creio que tem que fazer uma correccao, creio que a ultima capela que referiu e S. Sebastiao o "nosso Martele"!
As Capelas ja as conheco todas, mas os vales e montes nem por isso, pode ser que aquando de proximas viagens tenha o prazer da sua companhia, so que tem que ser devagarito, que as costas ja nao perdoam!

Um abraco amigo d'algodrense.

JPCLEMENTE disse...

Obrigado pela correcção, amigo Cardoso!
Terei todo o gosto em mostrar-lhe estas paisagens paradisíacas de Figueiró da Granja.
Um abraço amigo