quarta-feira, 20 de outubro de 2010

TERRAS DE ALGODRES-CORTIÇÔ

"É uma povoação humilde e pobre, quasi escondida e sepultada no fundo do vale, entre a serra de Algodres e a do Belcaide.
Mas é antiquíssima; é mesmo possível que venha do tempo dos romanos.
Com certeza já existia em 1170, com o nome de Cortiçolo, e dela se faz menção na Carta de Couto de Figueiró. No século XVI chamava-se Cortyçoo.
Apesar da sua reduzida população, que em 1527 era de 30 bfogos, e no século XVIII apenas de 249 habitantes, é, desde tempos imemoriais, freguesia independente, da invocação de S. Pelágio, sufragânea de Algodres. (...)
A igreja paroquial foi reparada em 1878 pela junta de paróquia, com o produto da venda de inscrições que possuía. (...)
No limite de Cortiçô, a caminho da Matança, existe um dolman ..."

2 comentários:

al cardoso disse...

Sim de facto e uma povoacao humilde, mas com muita historia e patrimonio!

Um abraco dalgodrense de amizade.

Anónimo disse...

Cortiçô é sem dúvida uma pequena Grande Terra!!! É a minha....
Pena é, que a humildade actualmente pouco tenha a ver com a População não só da minha aldeia, mas também de todo este Concelho...
Temos um mundo de maravilhas.. arquitectónicas, naturais, históricas e de tradição oral mesmo em baixo do nariz (perdoem-me a expressão) e nem nos damos conta!...
A modernidade e o progresso são óptimos se soubermos de onde viemos...
Experimentem ouvir um avô ou outra pessoa mais velha, provavelmente vão descobrir maravilhas....