domingo, 26 de setembro de 2010

TERRAS DE ALGODRES- FIGUEIRÓ DA GRANJA


"É a mais importante, pela sua riqueza e pela população, entre todas as freguesias do concelho.
Suavemente reclinada na encosta do Outeiro, entre arvoredos verdejantes e sicomoros floridos, a vila, constantemente beijada pelas doces emanações de frescura que lhe envia o ribeiro da Fonte, que desliza, remansoso e cristalino, a seus pés, entre os milharais pujantes do Prado e as hortas viçosas da Lavandeira, a vila, ia eu dizendo, é bonita, higiénica, bem arejada, cortada de ruas bem lançadas e atravessada NS pela estrada de macadam.(...)
Tem a nascente a Nª Senhora da Copa Cabana, ao norte S. Pedro e Stª Eufêmia, ao poente S. Sebastião, e ao sul S. Silvestre, além das Eiras.
Foi a fé dos antepassados que ali ergeu estas quatro capelinhas, para serem como que sentinelas vigilantes e guardas solícitas da povoação."
In Terras de Algodres, Mons. Pinheiro Marques

4 comentários:

FPina disse...

É uma Terra fantástica! Mas será ainda a mais rica do concelho?

Anónimo disse...

futeboldasbeiras.blogspot.com/

adicione e divulga, só futebol da regiao das beiras ,abraço

al cardoso disse...

Caro amigo:
Ainda nao foi desta que o conheci, quem sabe podera ser no proximo verao!

Figueiro e uma terra excelente pena estar cada vez mais despovoada!

Um abraco dalgodrense.

Anónimo disse...

Choro ao lembra-te zé das pombas. choro ao lembra-te guilherme. choro ao lembrar a vida que aí vivi.