domingo, 7 de junho de 2009

O BAILARICO


No largo das duas carvalhas que fazia ligação à capela de Santa Apolónia, realizava-se o bailarico. O conjunto "Pop Five" dava os primeiros acordes e logo o o Sr. Francisco e a D. Rosalina abriam o baile. Este era um casal já perto dos 70 anos e nestas ocasiões faziam ver aos mais novos. O bar há muito que se encontrava aberto para saciar a sede aos forasteiros e não só. O Aventoínha, alcunho dado pelo povo pelo facto deste, quando com um copito bailar sempre à roda de si mesmo, passava grande parte da noite pagando "rodadas" a quantos iam aparecendo. Solteirão, matava a solidão com um, melhor muitos copos de vinho, o que fazia com que o seu aspecto parecesse um homem de 60 anos. Fruto de um amor não correspondido passou ter por companhia o álcool.
Os emigrante conversavam das suas aventuras em terras distantes.