domingo, 26 de outubro de 2008

RECUPERAR PARA SERVIR


Cada vez mais, vão surgindo nas janelas das casas das nossas aldeias a palavra "Vende-se". Em Figueiró, e perto da minha rua, são várias as que se encontram nessa situação. Por vezes, vão caindo aos poucos, já que o comprador desejado não surge. Será que não há qualquer programa governamental ou camarário que incentive à compra e conservação destes imóveis?
Por vezes, surgem alguns imóveis que pela sua localização e pela sua história poderiam e deveriam ser adquiridos pelas Câmaras e Juntas para aí colocar serviços de interesse público (sede da Junta, museu, pequena casa da saúde, casa da juventude,etc). Por vezes, talvez ficasse mais barato do que construir de raíz...
A casa representada na imagem, se estivesse à venda, aparentemente (não conheço por dentro), não seria um belo local para colocar a Sede da Junta de Freguesia de Figueiró da Granja? Encontra-se junto ao Pelourinho e à Capela do Mártir S. Sebastião. Associado a esta localização, há a realçar a estrutura e beleza desta casa de pedra e o facto do trânsito ser pouco, devido à variante. É uma opinião, talvez utópica, mas nada mais que isso...

7 comentários:

Amaral disse...

João Paulo
Um post interessante com ideias interessantes. Era um exemplo a seguir.
Boa semana
Abraço

Anónimo disse...

Certamente nao haverá necessidade de comprar pois a nossa aldeia tem patrimonio para recuperar(casa do sr. tavares)porque nao canalizar esse dinheiro de compra para a recuperaçao desta mesma, por exemplo.
Futuramnete também haverá a escola primária.
Espaços nao faltam, faltam sim as pessoas certas para aplicarem bem as verbas!
Abraço, clemente

JPCLEMENTE disse...

Caro anónimo!
Concordo plenamente com o seu comentário.
Volte sempre!
Um abraço, JPClemente

Anónimo disse...

Uma casa é um reino.Em ruínas ou não é eterna. Certo é que convém atribuir-se-lhe uma utilidade.Como utilidades há muitas, por vezes,vale mais o comprador desejado não aparecer...
Acaba a casa , em ruínas , mas com estilo.
É uma opinião.

al cardoso disse...

Entao a junta nao tem ja sede junto ao campo da cruzinha!?
Ou estarei enganado?

Para alem disso concordo plenamente consigo, deveria-se promover mais a reconstrucao do que a construcao de raiz.
Mas provavelmente a turma dos "patos bravos" e que para ai nao alinha e olhe, que sao quem ajuda a pagar as campanhas eleitorais, ou nao?

Um abraco dalgodrense de amizade.

JPCLEMENTE disse...

Actualmente, Caro Al. cardoso, a junta funciona num casa que a mesma adquiriu, junto ao café "O Emigrante".
Um abraço amigo
JPC

al cardoso disse...

Bem haja pela correccao!

Um abraco.