quinta-feira, 22 de novembro de 2007

O VIVER E O SENTIR DE UM POVO

A nossa juventude, quando motivada e com projectos válidos, é capaz de realizar grandes feitos. Eis a prova disso mesmo:







O CORTEJO ETNOGRÁFICO, A MÚSICA POPULAR E AS EXPOSIÇÕES REINAVAM NAS JORNADAS RECREATIVAS E CULTURAIS DE FIGUEIRO DA GRANJA, E RETRATAVAM O VIVER E O SENTIR DE UMA REGIÃO:

3 comentários:

al cardoso disse...

O grande problema e que juventude mas nossas terras cada vez vai havendo memos!!!

Um abraco amigo do d'Algodres.

al cardoso disse...

"menos" queria dizer!

rameixions disse...

sim. sem duvida que é um problema. mas um problema que com algum esforço pode ser resolvido.
falo como jovem de figueiró que se encontra a estudar fora e que somente regressa à aldeia aos fins de semana. no entanto nunca abandonei os custumes e tradições de cá.

um abraço e parabéns pelo blog.
=)