segunda-feira, 29 de outubro de 2007

Associativismo, a alma de uma terra!

O associativismo revela a vivacidade de uma terra. Muitas das manifestações de âmbito cultural têm origem nas associações de carácter juvenil. São os jovens com a sua irreverência que ajudam a não deixar morrer aquilo que os nossos antepassados nos legaram.Qual o estado do associativismo no concelho de Fornos de Algodres?
Verificamos que para além das manifestações desportivas, especificamente o futebol, muito bem representado pela Associação Desportiva, não há manifestações da vertente cultural. Os usos e costumes, legados pelos nossos antepassados não são dados a conhecer aos mais novos. Como seria bom que em cada freguesia houvesse uma associação que promovesse esta vertente, tão esquecida pelos nossos governantes locais. A Associação Recreativa e Cultural de Figueiró da Granja foi uma das associações que ao longo de alguns anos editou um jornal, realizou jornadas recreativas e culturais, editou postais, promoveu os usos e costumes locais, realizou cortejos etnográficos, tinha um grupo de música popular, etc. Todavia, a mobilidade dos nossos jovens por motivos pessoais e profissionais (onde me incluo eu) associado a interesses políticos mesquinhos, faz com que esta vertente tão importante fosse esquecida.
Onde estão os ranchos folclóricos, as bandas de música, os grupos de música popular, o teatro de carácter popular?

A Grandeza e a vivacidade de uma terra retratam-se nas manifestações culturais!

3 comentários:

al cardoso disse...

O meu amigo bateu na tecla certa; "Os Jovens" pois e as nossas aldeias e ate a vila cada vez tem menos jovens e e essa a razao, porque aos poucos foram morrendo todas as associacoes. Ainda nao foi ha muitos anos no concelho existiam 6 (seis) ranchos folcloricos, presentemente nem um.
Infelizmente nem a Banda e Fanfarra dos Bombeiros resistiram, ora se isto acontece na vila, que se espera das aldeias.
Tambem nao consigo ver nesta nossa autarquia, vontave para inverter a situacao!
Um abraco amigo, do Vila Chaense d'Algodres.

al cardoso disse...

No "aquidalgodres" faco mencao a sua terra, porque nao aproveita e vem ate la?

Um abraco de amizade.

Amaral disse...

João Paulo
Parece que não, mas o associativismo é fundamental em muitas localidades.
Abraço