terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

MEDIDAS POLÍTICAS À MEDIDA DAS REGIÕES DO INTERIOR

Numa região cada vez mais desertificada, onde a matéria prima humana vai diminuindo, deveria haver, por parte da classe política, uma visão estratégica comum de acção, de modo a inverter essa tendência. Quer o poder central quer o poder local deveria ter no horizonte da sua acção política, medidas que levassem à fixação de pessoas.
Um dessas medidas poderia passar por dar prioridade nos diversos concursos públicos, aos naturais e residentes nas terras do interior. São também estes que podem e devem contribuir para o desenvolvimento e participar na vida associativa de uma terra e de um concelho.
Quantos estudantes, oriundos das suas terras do interior regressam, ou têm a possibilidade de regressar após a licenciatura?
Olhando para a classe docente, considero que nestas terras do interior deveria haver medidas políticas específicas que possibilitassem dar prioridade de colocação aos naturais das terras do interior. Poderiam ser eles, porque a sentem, os motores do desenvolvimento económico e cultural.

2 comentários:

Anónimo disse...

No entanto ,concordo, há pessoas que falam muito bem de política.O texto apresentado assim o documenta.

Anónimo disse...

Sabe uma coisa e isto so para nos que ninguem nos ouve, cada vez estou mais convencido que aos politicos locais lhes interessa, que sejamos cada vez menos!