domingo, 21 de junho de 2009

OS JOVENS DO INTERIOR E A DEFESA DO PATRIMÓNIO


As férias escolares já começaram para alguns. Como vão ocupar estes tempos livres os jovens do interior? Há programas ocupacionais promovidos pelas autarquias e associações? Recordo que faz agora (Julho) 21 anos que se iniciaram as escavações no Castro de Santiago. Com os meus 19 anitos, tive a oportunidade de conviver e trocar experiências com jovens oriúndos de vários localidades nacionais e estrangeiras nas primeiras escavações no Castro de Santiago, lideradas pelo Dr. Valera. Esta actividade foi deveras interessante pois deu-me a possibilidade de trabalhar um pouco o nosso património e trocar experiências com jovens, possuidores de vivências diferenciadas. Hoje, não tenho conhecimento se este tipo de actividades continuam a ser levadas à prática no nosso concelho! Espero que sim, pois aquelas permitem aos jovens locais criar laços com o nosso património e divulgá-lo.

Há que apostar nos jovens para não deixar morrer a herança que nos legaram!